Notícias
2014 será o ano dos dados

12 nov
2013

2014 será o ano dos dados

A Harvard Business Review dedicou toda a sua edição de setembro ao Big Data, justamente focando Hadoop. O cientista de dados foi ungido como o profissional do futuro, e  especialistas deram conselhos cobre como fazer a sua empresa tirar proveito da tecnologia.

De acordo com o Gartner, o Big Data deve responder por US$3.4 bilhões dos gastos com TI em 2013. E esse número deve mais que triplicar até 2018.

TI

Este ano, surpreendentemente, nós também aprendemos que a NSA já é um grande usuário do Big Data e tem sido há anos. O governo pode não ser capaz de implementar um site que permita a compra de um seguro de saúde , mas quando se trata de construir uma rede de vigilância nacional em massa…

Vimos também a 10gen mudar seu nome para MongoDB, e passar a valer 1,2 bilhão de dólares. E o Big Data movimentar bastante dinheiro entre as startups: 50 milhões de dólares para Hortonworks, 45 milhões de dólares para a DataStax, 25 milhões de dólares para Couchbase, e assim por diante.

Nos últimos anos temos visto estas tecnologias desenvolvidas e implementadas principalmente por gigantes como Facebook, Yahoo, Twitter ou LinkedIn. Soluções de Big Data pode ter começado por abordar problemas em mídias sociais e de entretenimento, mas  estão se espalhando para educação, saúde e finanças.

Mais recentemente,  muitos de nós começamos a ver até mesmo alguns de nossos clientes mais conservadores começarem a aditar tecnologias como NoSQL, especialmente MongoDB. Em 2013, a “análise de log” emergiu como o killer app para Hadoop. Estamos começando a ver o também empresas focadas não apenas nas soluções, mas em desenvolver as perguntas certas.

E este fenômeno não é localizado, é global.

O que vi ao longo do último ano já foi de tirar o fôlego.

Em 2014, mesmo os mais conservadores departamentos de TI vão protagonizar conversas muito desconfortáveis ​​com os fornecedores.

Fonte: Computer World

Sem comentários

Comente:

You must be logado em para postar um comentário.