Notícias
Adoção de Cloud Computing vai dobrar em 3 anos

02 ago
2012

Adoção de Cloud Computing vai dobrar em 3 anos

O número de pequenas e médias empresas conhecidas como PMEs, que utilizam o sistema Cloud (nuvem) deverão triplicar em no máximo três anos e dobrar no Brasil. De acordo com o estudo feito pela Microsoft juntamente com a Edge Strategies.

A pesquisa foi realizada em mais de 3 mil empresas de diversos portes totalizando 13 países incluindo o Brasil, e pode-se concluir que as PMEs estão querendo investir em computação na nuvem, eliminando preocupações desnecessárias, como manutenções de servidores.

Segundo o relatório segurança é uma das prioridades, mas não sendo a principal preocupação. Aproximadamente 23% das empresas brasileiras acreditam que seus dados não estão tão seguros como em seus próprios servidores. Já as empresas que acreditam que seus dados estão tão seguros na nuvem quanto em seus servidores é de 37%.
Mesmo com as incertezas econômicas globais 53% das PMEs do mundo e 68% das PMEs nacionais que já utilizam serviços em nuvem esperam crescer em vendas nos próximos anos, sendo que a maioria delas acredita que a tecnologia vai acelerar o seu crescimento.

Segundo as empresas nacionais os principais benefícios quando se utiliza a tecnologia em nuvem são, redução de custo (54%), flexibilidade (49%), produtividade (55%).
E-mail é um dos serviços mais utilizados na nuvem, por 27% das companhias, saltando para 63% em dois a três anos. Já em segundo lugar está o backup online, com 15% atualmente e crescendo para 41%.

No Brasil foram entrevistadas 250 empresas onde 33% já são usuários na nuvem e 45% afirmam que devem aderir em no máximo três anos. Segundo Victor Baez gerente de PMEs e canais da Microsoft Brasil “Já passou o tempo em que as grandes corporações eram as únicas a possuir serviços de TI de última geração”.

Segundo ele, a nuvem coloca as pequenas e médias empresas em pé de igualdade em termos de estrutura tecnológica, ajudando-as a competir em um ambiente de negócios com rápidas mudanças.

Sem comentários

Comente:

You must be logado em para postar um comentário.