Notícias
Gol confirma fim da Webjet

23 nov
2012

Gol confirma fim da Webjet

A Gol anuncia nesta sexta-feira, em conferência, que vai acabar com a marca Webjet e demitir 850 funcionários da companhia. O fim da marca, no entanto, não vai afetar nenhum voo já adquirido por consumidores – todos os bilhetes já foram realocados em outros voos, segundo o presidente da Gol, Paulo Kakinoff.

“A WebJet possui uma frota composta majoritariamente por aviões Boeing 737-300, de idade média elevada, alto consumo de combustível e defasagem tecnológica. Com os novos patamares de custo do setor no Brasil, esse modelo deixou de ser competitivo”, disse a Gol em fato relevante.

A companhia estima em 5% a 8% a redução da oferta doméstica de assentos no primeiro semestre de 2013. Quanto à frota de 20 aeronaves Boeing 737-300s da WebJet, a Gol prevê devolvê-la toda até a metade do ano que vem, a maioria até março de 2013. “Essas medidas reforçam o comprometimento da Gol na recuperação de suas margens operacionais e na sustentabilidade do negócio”, diz a empresa.

A Webjet tinha cerca de 1.500 empregados. De acordo com a Gol, 450 serão absorvidos imediatamente, enquanto outros 200, entre funcionários em licenças e aposentadoria, ficarão cuidando da transição até o fim das operações que deve ocorrer no primeiro semestre de 2013. Os empregados foram comunicados nesta sexta-feira das demissões.

Os cortes vão afetar 143 tripulantes técnicos (comandantes e pilotos), cerca de 400 empregados da tripulação comercial e o restante da área de manutenção. A frota operacional da empresa será de 130 aeronaves, com a paralisação das aeronaves 737-300 da Webjet.

A Gol concluiu a compra da WebJet em outubro de 2011, por R$ 70 milhões, além de ter assumido dívidas de cerca de R$ 200 milhões. A aquisição foi aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) em 10 de outubro último, condicionada ao cumprimento de um acordo para garantir um patamar de 85% de eficiência na operação dos slots do aeroporto de Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

A Gol afirmou, após o aval do Cade ao negócio, que pretendia concluir a integração da malha da WebJet em dezembro, divulgando até o fim do ano um plano de sinergias que poderiam ser alcançadas. As ações da Gol subiam 0,31% às 10h20, cotadas a R$ 9,71. No mesmo instante, o Ibovespa tinha variação negativa de 0,19%

Fonte: Terra

Sem comentários

Comente:

You must be logado em para postar um comentário.