Notícias
O varejo e seus novos desafios

30 set
2014

O varejo e seus novos desafios

Varejo

As empresas varejistas vendem em larga escala os mais diferentes produtos. Por isso, elas possuem o melhor e mais completo Big Data sobre tudo e todos, podendo segmentar produtos e serviços de acordo com cada consumidor e entender todos os processos. Certo? Errado.

Apesar das inovações em análise de dados, CRM, praças, horário e frequências de compra, ainda é um desafio enorme e diário mapear o passado e presente para apontar o futuro. No varejo, com a velocidade e praticidade da internet, o fiel consumidor vira infiel em poucos segundos.

Imagine que você está montando um quebra-cabeça. Quando você começa a perceber onde cada peça vai, as peças mudam de formato, fazendo com que você tenha que começar tudo de novo. É mais ou menos assim que os grandes varejistas estão trabalhando com o comportamento dos atuais consumidores. Tudo muda a todo instante.

Não basta que o Big Data mostre que X pessoas compraram Y produtos em W tempo. A tecnologia atual entrega essas informações, mas ainda fica a dúvida de como criar fidelização e mais vendas através delas. Apesar de não existir uma fórmula mágica, podemos destacar alguns pontos:

1)Unificação de canais

Os varejistas precisam de uma estratégia global, que integre todos os canais entre eles e seus consumidores. Seja na loja física, redes sociais, compras on-line, promoção, call center, não importa. Todas essas informações precisam estar unidas porque, além de serem utilizadas pelos mesmos consumidores, tornam muito mais fácil avaliar o retorno de qualquer ação, tentativa de venda ou fidelização.

2) Ações que aproximam os mundos on/off-line

É necessário combinar com inteligência a experiência do mundo real e a praticidade do virtual. Pelo mundo real, o cliente entra na loja varejista. Pelo virtual, a loja varejista entra na casa do cliente. E para equilibrar saudavelmente essa relação, pode-se fazer projetos personalizados nas redes sociais, ferramentas de interatividade dentro do site, ações digitais na loja, etc.

3) Sincronia de dados

Através de um simples cadastro, o varejista consegue acompanhar tudo o que os consumidores fazem em seu site. Com isso ele pode compreender o comportamento e a frequência de compras e usar isso a favor do próprio cliente. Por exemplo, se todo mês um cliente compra um determinado número de produtos de determinado varejista, esse varejista pode utilizar um software que una essas informações e gere comunicações personalizadas.

Se você é do mercado do varejo, imagine todas as informações da sua empresa em uma solução integrada. Consumo, vendas, estoque, desempenho de cada loja, respostas dos fornecedores, preços finais, produtos importados e todos os outros processos.

Não precisa mais imaginar: conheça agora as soluções SAP para o varejo e comece a enfrentar seus desafios com muito mais consistência e ferramentas.

Fonte: SAP

Sem comentários

Comentários estão indisponíveis