Notícias
Qual seu papel na otimização dos recursos?

09 abr
2014

Qual seu papel na otimização dos recursos?

A tecnologia tem possibilitado grandes avanços e transformado a forma como fazemos negócios e nos comunicamos. Mas apesar de todo esse empoderamento, ainda há um descompasso preocupante.

Power Lines in Meadow

A necessidade de resposta em tempo real na otimização de recursos físicos nunca foi maior. O petróleo, o gás, e a água, são reconhecidamente limitados, e seu uso desenfreado ameaça tanto a produção quanto a saúde. O acesso escasso e os recursos mal distribuídos se tornaram uma questão fundamental, ao mesmo tempo em que se observam grandes capacidades desperdiçadas por todos os lados.

É necessário repensar a forma como produzimos e consumimos, adotando uma abordagem responsável para a otimização de todo o ciclo de vida do produto, desde o fornecimento de matérias-primas até a eliminação ou reciclagem, e a realocação de recursos em tempo real para demanda e fornecimento.

Conheça alguns exemplos dos benefícios de uma cadeia de valor redefinida:

  • Previsão de risco em cadeias de suprimentos

Os fabricantes irão experimentar um aumento dramático na volatilidade de matérias-primas. Análises avançadas ajudarão a prever a escassez de abastecimento, fornecendo informações sobre quando, onde e como reduzir instantaneamente o risco em cadeias de suprimentos.

  • Preservação dos recursos críticos

Os avanços no monitoramento darão visibilidade em tempo real para a integridade de tubulações e outras estruturas remotas, reduzindo a perda de recursos valiosos ou perigosos.

  • Padrões de vida melhores

Os governos devem atuar mais próximos da prestação dos serviços de utilidade pública, para melhor gestão dos recursos cruciais, como água e energia elétrica, utilizando tecnologias de detecção e de medição para construir modelos de previsão em tempo real.

  • Utilização do excesso de capacidade

Os indivíduos e as empresas irão se engajar no consumo colaborativo de recursos, onde bens privados mais em desuso possam ser “alugados” a outras pessoas exatamente quando necessário, gerando aumento de receita para o proprietário, menos despesa para o locatário, e utilização mais eficiente dos recursos em geral.

  • Facilidade de reciclagem e reutilização

Os processos de produção inteligentes irão criar produtos que vão se lembrar, e imediatamente transmitir, informações sobre seus componentes, métodos de produção e uso, aumentando a viabilidade da reciclagem e reutilização de recursos.

Reduzir o consumo de materiais, estimular a reciclagem e minimizar a quantidade de energia utilizada no ciclo de vida de um produto é o começo, e um passo essencial para tornar a situação menos crítica.

O passo seguinte, que já deve ser realizado, é usar os recursos efetivamente. Um novo modelo produtivo chamado de “Cradle to Cradle” propõe a substituição do atual modelo industrial linear de “extração, fabricação, consumo e descarte” por uma nova visão, onde os produtos das atividades humanas passam a ser pensados como “nutrientes” para “alimentar” um ciclo natural ou um ciclo industrial. O conceito é um modelo produtivo circular inspirado na natureza, onde não existe lixo, apenas nutrientes.

Fonte: SAP

Sem comentários

Comente:

You must be logado em para postar um comentário.