Notícias
Seleção alemã usará SAP Hana

11 jun
2014

Seleção alemã usará SAP Hana

1402512785_alemanha

A seleção da Alemanha, uma das favoritas para ganhar a Copa do Mundo do Brasil, usará tecnologia da SAP de banco de dados em memória Hana para facilitar a análise dos treinamentos e a preparação das equipes.

A novidade, batizada de SAP Match Insights, ainda está nas fases iniciais, é produto de um acordo de co-inovação entre a multinacional alemã e a Federação Alemã de Futebol (DFB).

O Match Insights será usado para a preparação pré jogo e análise posterior às partidas durante a Copa do Mundo do Brasil.

“Imagine que em apenas 10 minutos, 10 jogadores com três bolas geram mais de sete milhões de dados. Com a SAP, nossa equipe consegue analisar esse volume imenso de dados e personalizar o treinamento para melhor preparar a seleção para o seu próximo jogo”, explica Oliver Bierhoff, embaixador da marca SAP e gerente da seleção alemã.

Bierhoff foi jogador de futebol e chegou a jogar pela Alemanha em 1998 e 2002, quando o país perdeu a final para o Brasil, talvez por não dispor de ferramentas analíticas tão poderosas quanto o cérebro de Rivaldo.

De qualquer maneira, o uso de tecnologia tão sofisticada faz parte da meticulosa preparação dos alemães para a Copa do Mundo do Brasil, da qual a parte mais chamativa até o momento foi a decisão de construir o zero um centro de treinamento completo na Vila Santo André, em Santa Cruz Cabrália, na Bahia.

O uso do Hana pela comissão técnica alemã é mais um passo da parceria entre as duas organizações.

Em 2013, a SAP e a DFB anunciaram uma parceria para melhorar os processos de negócios da federação.

Recentemente essa parceria expandiu-se para co-inovação em soluções de software visando melhorar o desempenho da seleção alemã em campo, dos quais o Match Insights é o primeiro exemplo.

Anteriormente a DFB já havia implementado, com sucesso, a solução SAP CRM e também o software SAP Event Ticketing, ambos rodando em nuvem e na plataforma de processamento de dados em tempo real, SAP Hana.

A SAP mantém uma espécie de laboratório para quando o assunto é futebol no clube alemão Hoffenheim no qual jogadores são monitorados eletronicamente durante treinamentos e o técnico usa um Google Glass para acompanhar o desempenho em tempo real.

A relação vai mais longe, com o fundador da SAP Dietmar Hopp sendo um investidor destacado do time  que na última década passou do status de time amador de uma cidade de pouco mais de 3 mil habitantes para a Bundesliga.

Por aqui, o uso de tecnologia do tipo disponibilizada pela SAP para a seleção alemã é inexistente e mesmo usos para procedimentos de gestão de clubes ainda está nos primeiros passos.

No final do ano passado, o Palmeiras se tornou um dos primeiros cases da multinacional ao adquirir ERP para pequenas e médias Business One.

A SAP está fazendo força para decolar sua 25ª vertical de mercado da empresa: a indústria de esporte e entretenimento.

Além do futebol, há iniciativas mais adiantadas com a NBA, para quem a empresa provê um site de estatísticas, assim como a NFL. A McLaren, na Fórmula 1, usa software analítico da empresa para prever quando uma peça está prestes a quebrar, entre outras funções.

Agora é ver se a seleção alemã, conhecida pelo seu estilo pragmático de jogar futebol, consegue introduzir software analítico na fórmula e abrir um espaço para a SAP no mundo da bola.

Fonte: Baguete

Sem comentários

Comente:

You must be logado em para postar um comentário.