Notícias
Ser PME não significa pensar pequeno

19 ago
2013

Ser PME não significa pensar pequeno

Como na história de Davi e Golias, as empresas pequenas estão estimuladas encorajando a enfrentar os gigantes do mercado. Os investimentos em tecnologia contribuem para melhorar as operações e aumentar a eficiência, o que permite que as PMES concorram com empresas cada vez maiores a nível global, segundo estudo da Oxford Economics.

Four employees gathered around a digital tablet

O estudo, feito com 2.100 executivos de 21 países, mostra que estes se consideram preparados para competir com grandes empresas, inclusive obter vantagens sobre elas.

“A principal conclusão do relatório é que as PMEs que fazem sucesso estão saindo de seus mercados de origem para acelerar o crescimento”  disse o presidente de Canais e Ecossistemas Globais de SAP, Eric Duffaut. “E ao fazê-lo, encontram uma dura competição com as grandes corporações multinacionais e clientes poderosos em novos mercados”.

Duffaut acrescenta que no novo panorama global, as PMEs necessitam mais de redes empresariais e das últimas inovações tecnológicas para fazer evoluir seus modelos de negócio e competir de forma mais efetiva.

E segundo dados da pesquisa, cerca de 60% dos executivos entrevistados declararam que a competição entre companhias de outros países aumentou substancialmente nos últimos dois anos. Além disso, 15% destas companhias realiza negócios em seis ou mais países.

Mas a globalização não é apenas uma questão de competição, ela também passa pela colaboração: quase metade dos participantes do estudo disse ter alianças com fornecedores e outros fabricantes em países fora de seus mercados locais.

Um número similar apresenta aumento na colaboração de outras companhias através de redes e plataformas empresariais para ajudar a dirigir a inovação e o crescimento.

As PMEs estão formando redes ao redor do mundo. E você, está conectado?

Fonte: SAP

Sem comentários

Comente:

You must be logado em para postar um comentário.